5 diferenciais de Zelda Tears of the Kingdom

Publicado por Renan Hernane em

5 diferenciais de Zelda Tears of the Kingdom

The Legend of Zelda: Tears of the Kingdom é o mais recente jogo da famosa franquia, o título tem sido altamente aguardado pelos fãs e está fazendo um enorme sucesso. Confira 5 diferenciais que fazem do game um destaque na indústria.

1. Ultrahand

Ultrahand, uma nova habilidade que o protagonista Link pode usar. Com essa habilidade, é possível combinar diferentes itens para criar algo novo e único, que pode ser utilizado para superar desafios, derrotar inimigos ou expressar a criatividade do jogador.

Uma rápida pesquisa online mostra os resultados impressionantes que os jogadores estão alcançando com essa ferramenta. Desde coisas simples, como armas improvisadas, até criações mais complexas, como robôs gigantes, a Ultrahand oferece um mundo de possibilidades aos jogadores. Aproveite essa nova mecânica e descubra as surpresas que ela reserva em The Legend of Zelda: Tears of the Kingdom.

2. Veículos

Explorar os vastos campos de Hyrule sempre foi um dos principais destaques de Breath of the Wild. Embora Link pudesse usar cavalos para atravessar os campos abertos do mundo, havia espaço para algo mais emocionante. A DLC daquele jogo ofereceu um vislumbre do que poderia ser adicionado com a introdução de uma moto.

Em Tears of the Kingdom, graças à Ultrahand, os jogadores podem criar veículos para auxiliar na navegação pelos extensos mapas do jogo. Ao combinar vários itens, é possível criar desde veículos simples, como carros, até opções mais complexas, como plataformas voadoras, trens e muito mais. A Ultrahand amplia as possibilidades de exploração e diversão no mundo de The Legend of Zelda: Tears of the Kingdom.

Nintendo of America

3. Céus e subterrâneo

Hyrule é um vasto mundo para explorar em Tears of the Kingdom, mas a maior surpresa é que esse mundo é apenas um dos muitos locais disponíveis para exploração. O jogo oferece mais dois principais ambientes, os céus e o subterrâneo de Hyrule, onde os jogadores podem encontrar segredos e progredir na história.

A transição entre esses locais é simples e dinâmica, e cada área apresenta seus próprios desafios, inimigos e itens a serem descobertos. Esses novos cenários são espaços enormes que proporcionam uma experiência prolongada aos jogadores, além de trazer algo inédito para aqueles que já jogaram Breath of the Wild. A diversidade de ambientes em Tears of the Kingdom amplia ainda mais a riqueza do mundo de jogo e enriquece a jornada dos jogadores.

4. Recall

Uma das novas habilidades de Link é o Recall, que permite manipular o tempo em relação a certos itens. Se encontrar uma pedra que acabou de cair do céu, é possível usar o Recall para fazê-la retornar ao seu ponto de origem, permitindo até mesmo subir nela e pegar carona.

O Recall é uma adição emocionante ao jogo e, junto com as outras habilidades da Ultrahand, oferece novas possibilidades para superar desafios. Além disso, o Recall também resgata um elemento tradicional das narrativas da série Zelda: a viagem no tempo. Essa habilidade promete tornar a experiência de Tears of the Kingdom ainda mais envolvente e intrigante para os jogadores.

5. O retorno das Dungeons e Templos

Embora Breath of the Wild tenha sido bem recebido pelos fãs, uma das principais críticas que o jogo recebeu foi a ausência das tradicionais Dungeons. Em seu lugar, foram introduzidos os Shrines, desafios menores que testavam a criatividade dos jogadores para alcançar objetivos utilizando as habilidades de Link. Essa mudança não agradou totalmente aos fãs mais antigos, e a Nintendo parece ter levado em conta o feedback recebido.

Tears of the Kingdom traz de volta as tradicionais Dungeons, o que é motivo de comemoração para os fãs. Espalhados por Hyrule, esses locais oferecerão desafios e quebra-cabeças que precisam ser superados para que os jogadores obtenham novas habilidades. Além disso, os Templos, que também ficaram de fora em Breath of the Wild, retornam no novo título, adicionando ainda mais elementos clássicos à experiência do jogo. Essas mudanças prometem agradar aos fãs mais tradicionais da franquia The Legend of Zelda.


E aí, você está jogando o novo game da franquia Zelda? O que está achando? Conte pra gente nos comentários!

Explore mais notícias e acompanhe a Passe o Controle nas redes sociais. Junte-se ao nosso canal no Telegram ou à comunidade do WhatsApp!

About Author


Renan Hernane

Pai do Oliver. Editor-chefe da Passe o Controle e analista de mídia.

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.