Velha história: Deputado quer proibir “games violentos” no Brasil

O Deputado Zé Trovão argumenta que essa medida é necessária para permitir a investigação na possível relação entre atentados e videogames.

Zé Trovão, deputado federal pelo partido PL de Santa Catarina, enviou uma solicitação ao Governo Federal brasileiro pedindo a suspensão de jogos violentos no país durante um período de 30 dias. O parlamentar acredita que há uma relação entre o recente ataque a uma creche em Blumenau, que resultou na morte de quatro crianças, e jogos eletrônicos com conteúdo agressivo.

O pedido, que foi publicado no site da Câmara dos Deputados, afirma que a suspensão é necessária para que as autoridades possam investigar a possível relação entre jogos eletrônicos violentos e a violência, visando a possíveis medidas regulatórias.

No entanto, de acordo com o Metrópoles, a suposta conexão entre o criminoso e videogames foi mencionada apenas na internet. A Polícia Civil de Santa Catarina não confirmou essa informação e não encontrou qualquer vínculo entre o ataque e jogos eletrônicos no celular do assassino.

Velha história

Há algum tempo, políticos tentam relacionar atos violentos a conteúdos agressivos presentes em jogos eletrônicos. Em maio de 2022, o senador Ted Cruz, do Texas, culpou os videogames pelo massacre em uma escola primária, que vitimou 19 crianças e dois professores. Em fevereiro de 2021, Marcus Evans Jr. tentou proibir a venda de jogos violentos em Chicago, Illinois, devido ao aumento dos casos de roubo de carros na cidade.

Apesar desses episódios, estudos anteriores, que tentaram investigar uma possível relação entre comportamentos violentos e videogames, não conseguiram comprovar essa teoria. Em 2015, por exemplo, o psicólogo Christopher Ferguson concluiu que não havia evidências nesse sentido.


Veja outras notícias e siga a Passe o Controle nas redes sociais!

About Author

One thought on “Velha história: Deputado quer proibir “games violentos” no Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

renan-hernane


Pai do Oliver. Editor-chefe da Passe o Controle e analista de mídia.